Ebola: principais informações

1 minuto para ler

Vírus assusta o mundo, mas afeta principalmente o continente africano.

Por Dr. Jacyr Pasternak, infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein / CRM SP 11 034

Ebola é uma doença causada por um filovírus que provavelmente chegou na espécie humana por interação com morcegos. Na República do Congo, a mortalidade é de 40% atualmente.

A mortalidade da doença é muito alta, mesmo com recursos razoáveis, porque ela causa hemorragias em quase todo o corpo.

São conhecidas cinco subespécies de vírus Ebola, quatro que afetam humanos e uma que afeta apenas primatas não humanos.

Costumes africanos de velórios (que envolvem o manuseio do corpo de pessoas mortas) ajudam a manter a epidemia, assim como a desconfiança nas autoridades sanitárias dos locais onde há surtos.

A doença é transmitida entre humanos por contato com sangue ou fluidos corporais do paciente.

O diagnóstico é feito por exames laboratoriais, em testes moleculares bem padronizados.

Uma vez estabelecida a doença não há tratamento antiviral específico, o tratamento é de apoio e atendimento às complicações.

Já existe uma vacina experimental eficaz que pode limitar as epidemias.

Leia mais
error: Conteúdo protegido!