Estrias nas mulheres grávidas: por que acontecem e o que fazer?

2 minutos para ler

Muitas pessoas se incomodam com as típicas marcas do alongamento da pele. Saiba o que pode ser feito

Por Dra. Romy Schmidt Brock Zacharias e Dr. Romulo Negrini, pediatra e ginecologista do Hospital Israelita Albert Einstein / CRM SP 94 608 e CRM SP 113 055

Por que e como as estrias surgem?

O aumento dos hormônios da gravidez favorece o aparecimento das estrias, que surgem com o estiramento da pele rompendo as fibras de colágeno.

Sempre ouvimos dizer que as estrias vermelhas ficam brancas com o passar do tempo, mas algumas mulheres sempre tiveram as brancas. Por que isso acontece?

As estrias vermelhas são aquelas estrias que surgem inicialmente na gravidez e apresentam esta coloração porque, com o rompimento do colágeno, pode haver um processo inflamatório local. Este processo é autolimitado, de modo que regride espontaneamente, tornando as estrias esbranquiçadas e menos evidentes. Nem sempre o processo inflamatório intenso é presente, por isso algumas estrias são brancas desde o início.

Gestante pode passar qualquer tipo de creme ou óleo para hidratar a pele? Há alguma substância que deva ser evitada?

Cremes e óleos antiestrias não são contraindicados na gravidez, mas existem alguns específicos para gestantes que podem apresentar eficácia superior. 

As estrias de gravidez podem sumir com algum tratamento?

As estrias não costumam desaparecer completamente, mas é possível amenizá-las. Inicialmente, com o fim da gravidez, elas já se tornam menos evidentes e ainda há tratamentos específicos. Neste caso, consultar um dermatologista é a melhor opção.

Leia mais