Principais informações sobre a amamentação

3 minutos para ler

Não existe alimento melhor para o recém-nascido do que o leite materno. A Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde recomendam que toda criança seja amamentada exclusivamente nos primeiros seis meses de vida

Durante toda a gestação, hormônios femininos vão preparando o corpo da mulher para amamentar. As mamas ganham volume porque internamente se modificam para a produção do leite.

Logo após o parto, a mama produz colostro, um líquido espesso e amarelado, rico em anticorpos maternos que ajudam nas defesas imunológicas, protegendo o bebê contra infecções. O colostro se modifica para o leite de transição entre o 5.º e o 7.º dia após o parto e, ao final do primeiro mês, o leite é chamado de maduro devido à estabilização de seus componentes.

A composição química do leite materno (proteínas, gorduras, carboidratos, sais minerais) é perfeitamente adequada às necessidades do bebê e independe do estado nutricional da mãe, exceto em casos de desnutrição grave.

A digestão do leite materno é fácil, o aproveitamento dos nutrientes pelo organismo do bebê é melhor e mais rápido quando comparado às fórmulas lácteas. A sucção promove estimulação oral e ajuda a desenvolver os dentes e os músculos da face.

A amamentação também traz excelentes benefícios à mulher, pois favorece o vínculo com o bebê, promove a involução uterina, reduz o risco de sangramento no pós-parto e anemias, e facilita o retorno do corpo materno à sua forma original pelo gasto calórico. Enfim, amamentar é tudo de bom!​

O bebê já nasce com fome ou ele pode ficar algumas horas sem comer após o nascimento?

O bebê nasce com uma reserva de alimento de disponibilidade imediata, chamada de gordura marrom. Assim, ele tolera algum período sem se alimentar, mas é variável com a idade gestacional e peso. De qualquer forma, é preciso oferecer o seio à livre demanda ou, no máximo a cada 3 horas nos primeiros dias e seguir as orientações do pediatra.

A descida  do leite acontece instantaneamente após o nascimento do bebê ou leva algum tempo para acontecer?

A apojadura (descida) do leite acontece cerca de 72 horas após  o parto; entretanto, após o nascimento já existe a saída de colostro, um leite repleto de substâncias importantes ao bebê, como imunoglobulinas que favorecem sua defesa contra infecções.

Preparo para amamentação

Muito usadas no passado, as massagens da mama ou aplicação de buchas locais não são mais indicadas, pois podem estimular contrações e provocar lesões mamárias.

Leia mais
error: Conteúdo protegido!