Quais exames o bebê precisa fazer antes de sair da maternidade?

2 minutos para ler

Uma variedade de exames pode ser feita nos recém-nascidos para detectar possíveis doenças e permitir o tratamento ágil. Conheça alguns

Por Dra. Romy Schmidt Brock Zacharias e Dr. Romulo Negrini, pediatra e ginecologista do Hospital Israelita Albert Einstein / CRM SP 94 608 e CRM SP 113 055

Quais são esses exames e o que cada um detecta?

O recém-nascido realizará uma lista de exames de rotina antes de sair da Maternidade, em busca de problemas congênitos (de nascimento) e outros, incluindo:

  • Teste do coraçãozinho: teste que visa detectar cardiopatia congênita, que consiste na verificação da saturação de oxigênio nos membros superiores e membros inferiores;
  • Teste do olhinho: o pediatra realizará um exame que detecta se a luz do aparelho chega sem impedimento até o fundo do olho. Este exame pode detectar problemas oculares como a catarata congênita ou o glaucoma congênito;
  • Teste da linguinha: por meio da avaliação do tamanho e espessura do frênulo lingual, este exame detecta se o bebê tem frênulo lingual curto;
  • Teste do quadril ou manobra de Ortolani: pode diagnosticar uma luxação congênita de quadril;
  • Triagem auditiva (emissões otoacústicas evocadas): exame de triagem para risco de deficiência auditiva;
  • Teste do pezinho: é um conjunto de exames realizados em amostra de sangue do recém-nascido para realizar a busca por várias doenças metabólicas, genéticas e infecciosas.

Qual é a importância desses exames?

Como essas doenças podem não apresentar sintomas no momento do nascimento, fazer o diagnóstico precoce é uma grande oportunidade de instituição do tratamento imediato, com diminuição ou mesmo a eliminação de possíveis sequelas.

Leia mais