Conheça as vitaminas do complexo B e suas funções

6 minutos para ler

Quando falamos sobre alimentação saudável e temas relacionados, um dos tópicos mais frequentes é a importância das vitaminas. No entanto, esse é um tema relativamente complexo e muito extenso, o que faz com que boa parte do conhecimento seja parte do senso comum.

É hora de aprofundar o seu aprendizado e entender o que são as vitaminas do complexo B. Saber o porquê de sua importância para a saúde lhe ajudará a se cuidar cada vez melhor e ter mais atenção aos sinais do próprio organismo.

Sendo assim, continue a leitura e veja quais são as principais vitaminas do complexo B, a importância de cada uma, os sinais de carência e quais são as fontes mais abundantes desses compostos.

O que são vitaminas?

As vitaminas são substâncias essenciais para a vida. Elas participam de uma grande variedade de reações em nosso organismo e, sem esses nutrientes, muitas delas simplesmente não funcionam. Pense nas vitaminas como chaves essenciais para ligar as ações que acontecem em nosso corpo.

Elas são classificadas em 2 grupos, levando em consideração a solubilidade: lipossolúveis (solúveis em gorduras) e as hidrossolúveis (solúveis em água). As do primeiro grupo são as vitaminas A, D, E e K. E como exemplo de vitaminas hidrossolúveis temos a vitamina C e as vitaminas do complexo B.

É importante ter esse conhecimento por um detalhe: a toxicidade das vitaminas. Afinal, o excesso também pode ser prejudicial! Quando falamos sobre compostos lipossolúveis, nos referimos a um risco maior de hipervitaminose. As que são solúveis em água são mais facilmente eliminadas pela urina e, portanto, representam um risco menor para a saúde.

Quais são os sintomas da deficiência e carência de vitaminas do complexo B?

Deficiência e carência são termos diversos para um mesmo problema: a presença de níveis abaixo do esperado de certas substâncias em nosso organismo. A diferença está na forma de diagnóstico.

A deficiência é detectada apenas a partir de exames, enquanto a carência faz com que o paciente apresente sinais físicos do problema. No caso das vitaminas do complexo B, os sintomas são:

  • nervosismo;
  • dificuldade para dormir;
  • inquietação;
  • agressividade;
  • irritação;
  • mudanças de humor;
  • falta de energia;
  • depressão;
  • problemas com o foco e a memorização;
  • fraqueza muscular;
  • inchaço nos membros (braços e pernas);
  • redução do apetite;
  • emagrecimento;
  • palidez;
  • lesões nas mucosas (boca, por exemplo);
  • confusão mental;
  • problemas oculares;
  • formigamento nas mãos e pés;
  • ardência nas mãos e pés;
  • náuseas;
  • cãibras;
  • alterações na pele, entre outros.

Como podemos ver, boa parte dos sintomas associados à ausência de vitaminas do complexo B no organismo está relacionada a alterações neurológicas ou do sistema nervoso como um todo. Por isso, tenha atenção!

Quais são as vitaminas do complexo B?

Agora, chegou a hora de conhecermos as vitaminas do complexo B e compreendermos a sua importância para a nossa saúde. Confira!

B1 (tiamina)

A vitamina B1 está diretamente relacionada com o nosso metabolismo. Ela favorece o apetite (estimulando as pessoas a se alimentarem e, consequentemente, terem mais nutrientes à disposição) e ajuda a controlar o gasto energético das células, a partir da organização do uso de carboidratos pelo organismo.

B2 (riboflavina)

Enquanto a vitamina B1 está relacionada com o metabolismo dos carboidratos, a B2 é responsável pelo controle do uso das gorduras do nosso corpo. Além disso, participa da produção sanguínea e ajuda na imunidade.

B3 (niacina)

Está sentindo um pouco de desânimo? Pode ser deficiência de vitamina B3! Ela tem ação voltada para o sistema nervoso, nos deixando mais alertas e focados. Também tem importante participação na circulação sanguínea e em vários outros aspectos do organismo.

B5 (ácido pantotênico)

A vitamina B5 é uma verdadeira “faz tudo” do nosso organismo. Ela está relacionada com a saúde óssea (a partir da produção de vitamina D), cardíaca (com o controle dos níveis de colesterol no sangue) e com a produção de energia para o corpo.

B6 (piridoxina)

Essa é uma vitamina mais voltada para o bom funcionamento do sistema nervoso, atuando diretamente na produção de neurotransmissores (substâncias que enviam mensagens para os neurônios) e proteção dessas células cerebrais.

B7 (biotina)

É provável que você já tenha ouvido falar da biotina, muito utilizada em dermocosméticos e produtos capilares. Isso acontece porque uma das suas principais funções é a melhora dos aspectos desses anexos da pele, mas ela também participa da saúde do sistema nervoso.

B9 (ácido fólico)

O ácido fólico, também chamado de folato, é uma substância essencial para as gestantes. Na gravidez, participa do desenvolvimento do sistema nervoso do feto e deve ser suplementada. Além disso, participa da manutenção da saúde de vasos sanguíneos e outras estruturas do corpo.

B12 (cobalamina)

Por fim, temos a vitamina B12. Ela está relacionada com a produção (síntese) de neurônios (células do cérebro). Sua deficiência pode trazer sintomas bem graves, prejudicando a fala, a memória e até a movimentação dos pacientes afetados.

Quais são as principais fontes de vitaminas do complexo B?

Uma boa alimentação é o principal caminho para que possamos ter acesso a todas as vitaminas necessárias para o funcionamento do nosso corpo. Isso não é diferente quando o assunto envolve as vitaminas do complexo B.

Veja, a seguir, algumas das principais fontes alimentares dessas substâncias:

  • carnes vermelhas em geral;
  • bife de fígado;
  • leite;
  • ovos;
  • gérmen de trigo;
  • peixes;
  • cogumelos;
  • abacate;
  • tomate;
  • cereais integrais;
  • levedura de cerveja;
  • aves
  • vegetais folhosos verde-escuro.

Lembrando que alimentação e imunidade, energia e disposição têm tudo a ver. Por isso, uma dieta equilibrada e rica em alimentos que são fontes de vitaminas do complexo B também será benéfica para a sua saúde em outros aspectos!

Em alguns casos, é possível que as pessoas tenham dificuldades de absorção.

Nessas situações, não se preocupe. A suplementação é um caminho possível para quem precisa de doses extras de vitamina, mas deve sempre ser feita em parceria com um médico experiente, que possa acompanhar seus exames.

Gostou de saber mais sobre as vitaminas do complexo B? Agora, é hora de prestar atenção aos sintomas relacionados com a sua carência e, claro, incluir alimentos ricos nesses compostos em sua alimentação no cotidiano. Fique de olho nos sinais do seu corpo!

Aproveite e compartilhe este conteúdo em suas redes sociais. Assim, outras pessoas poderão entender melhor sobre as vitaminas do complexo B e implementar medidas para evitar a deficiência dessas substâncias essenciais no organismo. Faça a sua parte!

Posts relacionados