Entenda melhor como acontece o refluxo nos bebês

3 minutos para ler

Por Dra. Romy Schmidt Brock Zacharias, Coordenadora Médica da equipe de Neonatologia do Hospital Israelita Albert Einstein / CRM SP: 94 608

Refluxo: o que é? Causas? Sintomas? Prevenção? Como diagnosticar? Como tratar? Vamos descobrir agora!

refluxo gastroesofágico é o retorno do conteúdo do estômago para o esôfago. Ocorre por uma alteração do esfíncter do esôfago que não consegue impedir a passagem do conteúdo gástrico de volta para o esôfago.

Na maioria das vezes, este refluxo é fisiológico e todos nós podemos apresentar refluxo em algum momento do dia, principalmente após a ingestão de uma grande quantidade de alimentos, e isso não significa que temos um problema. O refluxo fisiológico é bastante comum em bebês, porque eles se alimentam várias vezes ao dia com dieta líquida e passam grande parte do tempo deitados. Por isso, podem acontecer regurgitações e até vômitos, mas o bebê permanece tranquilo, em bom estado geral, e consegue se alimentar novamente sem dificuldades.

É muito importante diferenciar quando o refluxo gastroesofágico é patológico e precisa de tratamento.

O refluxo passa a ser um problema quando a criança apresenta alguns sinais e sintomas como: irritabilidade, choro, vômitos muito frequentes, baixo ganho de peso e recusa alimentar. Muitas vezes o bebê se joga para trás e não aceita a alimentação.

Ao ser notado qualquer um desses sintomas, é necessário procurar o seu pediatra, que poderá indicar alguns exames para confirmar o diagnóstico.

A evolução natural do refluxo é de melhora com o tempo, com o crescimento do bebê e com a introdução de dieta pastosa e sólida. Porém, alguns casos necessitam avaliação médica e tratamento. A prevenção pode ser feita mantendo o bebê numa posição mais vertical após as mamadas, facilitando o esvaziamento gástrico e a permitindo a ação da gravidade, fazendo com que o ar deglutido suba e o bebê arrote.

O tratamento inclui medidas posturais, como, por exemplo, elevação da cabeceira do berço e pode ser necessária a adaptação da dieta ou o uso de medicamentos específicos.

Na suspeita de que seu bebê tenha a doença do refluxo, agende uma consulta médica. Em conjunto com a família, o médico avaliará qual é a melhor abordagem diagnóstica e terapêutica para cada paciente.

Leia mais

Um comentário em “Entenda melhor como acontece o refluxo nos bebês

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!