Problemas cardiovasculares podem ser hereditários

2 minutos para ler

Você sabia que doenças cardíacas podem ser herdadas de família? Mesmo com hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos, pessoas com pais, avós, tios ou outros parentes próximos que passaram por algum problema cardiovascular devem ficar atentas. Muitas dessas doenças só são descobertas após o surgimento de sintomas, que podem ser evitados com o tratamento precoce adequado.  

Entre as principais doenças cardiovasculares hereditárias estão as síndromes arrítmicas, miocardiopatias, arteriopatias, distrofias musculares e a hipercolesterolemia familiar, sendo essa última uma das doenças genéticas mais comuns no Brasil, afetando cerca de uma a cada 300 pessoas, o que representa quase 700 mil indivíduos. 

Apesar da maior partes delas não ser tão frequente, esse tipo de doença costuma ter alto grau de mortalidade em todos os grupos etários. Além de morte súbita, elas podem causar ainda insuficiência cardíaca, fibrilhação auricular e problemas tromboembólicos. Muitos desses sintomas podem ser evitados com diagnóstico e tratamento adequado. 

Como diagnosticar doenças do coração hereditárias?

A melhor forma de detectá-las é através dos testes genéticos que podem, inclusive, ser realizados em pacientes pré-sintomáticos, mas, nesses casos, apenas após aconselhamento genético e solicitação médica em pessoas com histórico familiar.

A Genomika Einstein realiza diversos tipos de exames voltados para área de cardiologia como, por exemplo, o Painel NGS para arritmias hereditárias, Painel NGS para síndrome de Brugada, Painel NGS para aneurisma da aorta com CNV, entre diversos outros. Saiba mais sobre os nossos exames!

Leia mais